Acreditamos que sempre é possível realizar sonhos. Por esse motivo, preservamos acima de tudo a qualidade dentro de um modelo de soluções de negócios e lazer eficaz para todos os seus clientes.

(21) 2507-7347 | 99972- 0862
contato@avp.tur.br

Nesse primeiro post vamos conhecer um pouco da sua capital, Atenas. Atenas é a capital histórica da Europa, uma vez que, desde o período Neolítico até aos nossos dias, nunca deixou de ser habitada. O momento culminante de sua longa e fascinante história veio no século V a.C (o Século dourado de Péricles), quando seus valores e civilização estenderam além das fronteiras geográficas da cidade e tornaram-se universais.  O pensamento político, teatro, artes, filosofia, ciência, arquitetura e tantos outros aspectos do pensamento chegou ao seu épico apogeu em um acordo temporário e com uma plenitude intelectual única na história. Foi assim que

A Andaluzia, localizada na parte meridional do país, é uma região abençoada com paisagem belíssima, majestosas montanhas e uma costa 900 quilômetros que a tornou um dos destinos de férias favoritos. O seu nome provém de Al-Andalus, nome que os muçulmanos davam à Península Ibérica no século VIII. Foi uma região cobiçada por muitos ao longa da sua história, é uma terra antiga cheia de caminhos e carregada de emocionantes lendas que perpassam toda a sua vasta geografia. A capital de Andaluzia é Sevilha, uma das principais cidades da Espanha, e cidade natal de lendas como Don Juan, Carmem, e o lugar onde

Barcelona, capital da Catalunha, é o motor econômico da Espanha. A cidade está localizada ao longo das margens do Mar Mediterrâneo e tem uma população de quase 2 milhões de habitantes e é, após a capital Madrid, a cidade mais populosa do país. A cidade de Gaudi é rica em história e arte. Existem exemplos maravilhosos de arte gótica e valiosos exemplos do modernismo catalão. A cidade é tão marcante e única que encanta ao primeiro encontro. Boa parte dessa impressão poderosa é fruto da criatividade e ousadia de arquitetos como Gaudí e Domènech i Montaner, autores de ícones extravagantes como