Acreditamos que sempre é possível realizar sonhos. Por esse motivo, preservamos acima de tudo a qualidade dentro de um modelo de soluções de negócios e lazer eficaz para todos os seus clientes.

(21) 2507-7347 | 99972- 0862
contato@avp.tur.br

Bariloche – Viva esta experiência!

Bariloche é a porta de entrada à majestosa e imponente região dos lagos da Argentina.  As margens do Lago Nahuel Huapi a cidade oferece um panorama único, com belas paisagens e muito conhecida por sua temporada de neve que se estende de meados de junho a setembro. Mas a primavera e o verão em Bariloche, apesar de menos conhecidos oferecem paisagens paradisíacas, onde o branco da neve dá lugar a paisagens cinematográficas entre bosques, lagos e a Cordilheira dos Andes.

Essa cidade nos Andes Patagônicos está a 1.500 quilômetros de Buenos Aires e é um dos destinos preferidos dos brasileiros tanto entre os praticantes de esqui como entre aqueles que se satisfazem em usar o teleférico só para ver de perto os campos nevados. Para chegar em Bariloche basta viajar com o RG original e válido por até 10 anos, pois não é preciso passaporte para entrada de brasileiros na Argentina, um seguro saúde e vacinas em dia. Como a temperatura no inverno chega a 6 graus negativos, e todos os lugares fechados são superaquecidos é fácil se resfriar. Por isso bastam alguns cuidados com os adultos e as crianças levando do Brasil remédios que estiverem acostumados pois na Argentina os remédios são diferentes. Um quesito indispensável em qualquer estação do ano é o filtro solar, pois a neve também queima a pele. As roupas especiais são indispensáveis para inverno em Bariloche, como roupas internas térmicas, meias de lã, casacos acolchoados, mas de tecido impermeável, contra vento e neve, dentre outros acessórios. Mesmo para quem não vai esquiar, vale a pena ir ao Cerro Catedral para ver as montanhas branquinhas de neve, o pessoal de roupas coloridas, com ar saudável carregando skis, snownoards e corados de sol.

Mas Bariloche não é somente um destino de inverno, pois há opções de passeios em todas as épocas do ano, quando o local recebe seus visitantes com paisagens que assumem outros tons e conta com atividades ao ar livre como rafting no Rio Manso, e passeios pelo Lago Nahuel Huapi com catamarãs, caiaques, barcos e até mesmo caminhadas.

São inúmeras as opções de hospedagem na cidade. As opções mais simples são campings de verão e chalés coletivos em casas familiares para os jovens que querem aproveitar de forma barata a temporada de esqui e snowboard. Não espere luxos, boa calefação e privacidade neste caso. As opções mais comuns vão desde hotéis simples, mas com aquecimento e restaurante próprio, a estabelecimentos contando com todo o conforto e vistas deslumbrantes.

Os restaurantes servem desde o maravilhoso fondue de queijo a deliciosas trutas pescadas na região escapa da Parrillada, da empanada, do vinho Malbec e dos doces de leite. Mas, se quiser algo mais com a cara de Bariloche e da Patagônia, há pequenas casas que servem trutas assadas, carne de cordeiro, pratos típicos alemães e o curanto, carnes especiais assadas dentro da terra. Se tudo isso não bastasse, do alto do Cerro Campanário, você experimenta um dos melhores chocolates quentes de sua vida.

No alto do Cerro Otto encontra-se situado o “Centro Estable de Interpretación de Perros de Montaña”, local de Estação de Cria e onde se conhece a história e hábitos da raça Husky Siberiano. Na visita a área está liberada para brincar com os huskies, tanto com os cachorros como com seus filhotes, de transitar pelo território e chegar a um chalé típico de alta montanha que conta os segredos e as características próprias desses animais acostumados às baixas temperaturas. Uma das marcas registradas de Bariloche são seus famosos cães São Bernardo.  São inúmeras famílias deles no Centro Cívico, no Cerro Catedral ou passeando pela cidade. Muito lindos e fofos, ninguém resiste passar a mão.

Não deixe de visitar um local incrível que é a Villa La Angostura que fica no sul da Província de Neuquén, na beira norte do Lago Nahuel Huapi. O município abrange 7960 hectares. É a capital do Departamento Los Lagos, na Patagônia Andina. Está situada no coração dos lagos do Parque Nacional Nahuel Huapi e ligada à Península de Quetrihue, pelo istmo “Angostura”, que recebe o nome, e é a porta de entrada ao Parque Nacional Arrayanes, onde fica o único bosque de árvores desta espécie no Planeta, e é maravilhoso! Esta aldeia de montanha tem uns 12000 moradores, pequenos e importantes estabelecimentos hoteleiros, onde a atenção pessoal e a cordialidade do seu povo, fazem dela o Centro Turístico apreciado.

Definitivamente, Bariloche é para todos e em qualquer época do ano!

Postar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.